UNIFOR lança programa de relacionamento com ex-alunos (SEMPRE UNIFOR) e destaca presidente da ACLJUR

A Universidade de Fortaleza vem formando profissionais para o mercado e contribuindo diretamente para o desenvolvimento da região Nordeste e do país. São mais de 80 mil egressos. Pensando em estreitar um relacionamento com seus ex-alunos, a Unifor apresenta o Sempre Unifor: um programa que visa aproximar o ex-aluno ao campus da Unifor de maneira a tentar reintegrá-lo nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão.

O presidente da Academia Cearense de Letras Jurídicas – ACLJUR, Conselheiro do CNJ Valdetario Andrade Monteiro, é destaque no lançamento do programa. Tendo se formado bacharel em Direito pela Universidade de Fortaleza e ocupado os cargos de Secretario Geral da OAB-CE, 2004/2006, Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceara – CAACE, 2007/2009, Presidente da OAB-CE por dois mandatos, 2010/2012-2013/2015, Conselheiro Federal e Representante institucional do CFOAB no CNJ, 2016, e atualmente sendo Conselheiro Nacional de Justiça.

Valdetario Andrade Monteiro foi o primeiro presidente da OAB Ceará formado pela Universidade de Fortaleza.

Acesse aqui para visualizar a integra do programa SEMPRE UNIFOR.

Saiba mais Sobre a Universidade de Fortaleza

“Educação é gênero de primeira necessidade e investimento prioritário”. Essa foi a frase proferida pelo criador da Universidade de Fortaleza, então chanceler Edson Queiroz, por ocasião do discurso de sua inauguração, em 1973.

A ideia da criação da Universidade de Fortaleza não foi motivada meramente por estudos de mercado que revelavam a carência do sistema educacional do estado. Edson Queiroz planejava uma instituição “viva” atuando decisivamente no processo de desenvolvimento da região.

Ele a queria para provocar a mudança do status social e econômico de seus beneficiários, com efeitos positivos para as famílias e para a comunidade. Para Edson Queiroz, “a Universidade de Fortaleza não pertence à Fundação Edson Queiroz: pertence a todos. A obra é de cunho nacional e todos os que aqui se formarem serão úteis à nação”. Desde então, o ideal de Edson Queiroz se materializou nos mais de 90 mil profissionais graduados e mais de 7 mil pós-graduados.

A Universidade está instalada em um campus de 720 mil metros quadrados, onde se encontra uma megaestrutura com cerca de 300 salas de aula e mais de 230 laboratórios especializados. O campus também é composto por auditórios, salas de vídeo, biblioteca, centro de convivência, núcleo de atenção médica, clínica odontológica, parque desportivo, teatro, espaço cultural, escritório para a prática jurídica, empresas juniores, TV universitária, escola de ensino infantil e fundamental e diversos outros núcleos de prática acadêmica e pesquisa.

O corpo docente altamente qualificado, composto de 1.300 professores, com mais de 80% de mestres e doutores, é responsável pela supervisão de centenas de projetos de pesquisa no domínio científico, tecnológico, artístico e cultural.

Interligada por diversos acessos de alta velocidade à internet, todos os processos acadêmicos e administrativos da Instituição estão integrados, possibilitando à comunidade acompanhar, virtualmente, em um mesmo ambiente, procedimentos didático-pedagógicos, acessar avançadas bases de dados para pesquisa e utilizar os recursos da educação a distância. Além disso, o campus da Unifor oferece cobertura de internet wi-fi gratuita em toda a sua extensão.

O reconhecimento nacional e internacional da Unifor e a sua maturidade acadêmica não vieram por acaso. É fruto do trabalho de profissionais que lutam e desejam que, pela educação, pelo ensinar e pelo aprender diário, se construa a sociedade justa e humana no mundo melhor que queremos.

Mais da Fundação Edson Queiroz

Instituição genuinamente cearense,  se orgulha por promover há décadas o desenvolvimento social, educacional e cultural do Estado e da região Nordeste.

Nascida na década de 1970, em contexto local marcado por profundo déficit de escolaridade e por um quadro constrangedor de atraso regional que motivou sua criação em 26 de março de 1971, a Fundação foi uma das formas encontradas pelo industrial Edson Queiroz de retribuir, em forma de responsabilidade social, tudo o que a sua terra já lhe concedera.

O maior entre os projetos sociais encampados pela Fundação se materializou na Universidade de Fortaleza, a Unifor.

Nasce uma universidade de excelência

Tendo em vista a baixa oferta de oportunidades no Ensino Superior, então resumida a poucas opções de cursos concentradas em apenas duas instituições públicas, o projeto da universidade buscou refletir a visão de excelência de Edson Queiroz, desta vez no segmento da Educação.

Sempre atento aos números e com singular intuição, Edson Queiroz sabia o que as estatísticas revelavam, local e regionalmente: a constante evasão de milhares de jovens em busca de estudos mais avançados e a carência de pessoal capacitado para atender à demanda necessária ao progresso da nossa região. Foi quando o industrial apresentou, para familiares e amigos, a ideia da ampliação da disponibilidade educacional no Ceará.

Em pouco tempo, sob sua presidência, formavam-se os Conselhos Curador e Diretor da Fundação, mantenedora da Universidade de Fortaleza, da qual Edson Queiroz seria seu primeiro chanceler. Com a criação da nova universidade, ampliava-se o acesso ao ensino superior, com garantia da formação de recursos humanos e capacitação de mão-de-obra qualificada para o desenvolvimento regional.

Inaugurada em 1973, a universidade investe desde os seus primeiros dias, diariamente, em ensino, arte, cultura e desporto.

Em 1982, o chanceler Edson Queiroz falece vítima de acidente aéreo na Serra da Aratanha, em Pacatuba, município do Ceará. Seu filho primogênito, Airton Queiroz, assume a presidência da Fundação Edson Queiroz e a chancelaria da Universidade de Fortaleza. Inovação e modernidade marcam a nova administração, a partir de quando a universidade ingressa numa fase de significativa expansão do ensino de graduação, da consolidação dos programas de pós-graduação, da ampliação dos projetos de extensão, além de se destacar como referência para as instituições de ensino superior no país.

Em 2017, com o falecimento de Airton Queiroz, seu filho Edson Queiroz Neto assume como chanceler. A presidência da Fundação passa para a Sra. Lenise Queiroz Rocha, também filha do industrial Edson Queiroz, com a vice-presidência a cargo da Sra. Manoela Queiroz Bacelar.

*Com informações do site da Universidade de Fortaleza – Unifor.