“Momento de glória para a UFC”, artigo do presidente Valdetário Monteiro

Celeiro de grandes nomes do Direito no Brasil e no Mundo, a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará celebra 110 anos, o que muito nos orgulha, não só por sermos advogados, mas por sermos cearenses. Mais que uma instituição de ensino, a UFC é uma realizadora de sonhos, pois resgata, através da educação, a cidadania, e proporciona a muitos estudantes carentes sua formação profissional de qualidade.

Presenciar este momento de glória para a UFC é saber que, a cada dia, a história da cidadania e da oportunidade é reescrita nos bancos desta universidade, e o curso de Direito é um dos que promovem essa transformação.

Pelos bancos da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará já passaram grandes nomes e tenho a certeza de que grandes nomes hoje estão sendo formados lá, todos forjados no mais puro aço da sabedoria e do conhecimento jurídico, afincados no respeito aos dispositivos legais, e mais ainda, no respeito ao homem e a sociedade.

O grande mestre Rui Barbosa, em sua obra “Oração aos Moços”, dizia: “Porque quanto mais armados estão de tais armas os poderosos, mais inclinados é de recear que sejam à extorsão contra os menos ajudados da fortuna; e, por outro lado, quanto maiores são os valores demandados e maior, portanto, a lesão arguida, mais grave iniquidade será negar a reparação, que se demanda”.

Nesse sentido, ouso explanar o quão importante é o valor do mestre, do professor, do mentor, pois, como norteador dos caminhos do ensinamento, são de profunda

relevância para a formação intelectual e moral de qualquer aluno, que na primazia do seu significado em latim é o que caminha em direção à luz. Essa luz é o conhecimento trazido, dado e ministrado pelos grandes professores resignados com a sua profissão, que muitas vezes deixam suas famílias para ensinar e ajudar a formar outras famílias.

A estes grandes nomes, externo meus profundos agradecimentos e a eles dedico a minha admiração, fazendo votos de que estes anos de magistério se multipliquem e que o saber seja sempre ponto principal de partida para todas as suas realizações. Os professores como agentes ativos do ensino e da advocacia, precisam ser estimulados, valorizados, e a OAB é uma lutadora árdua por esta valorização.

Os ensinamentos da academia nos fazem lutadores hoje, assumindo grandes desafios, e o maior deles é saber optar quando o direito se confrontar com a justiça, citando mais uma vez o mestre Rui Barbosa, que nos colocou como operadores do direito: “Que de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.

Parabéns à Faculdade de Direito da UFC e que lá sempre seja ensinadas as melhores lições de ética, respeito e de justiça.

Valdetário Andrade Monteiro

Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará

Atigo publicado no Jornal O Povo, 02/03/2013.